Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ex-presidente do Paraguai vira réu na Lava Jato

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Lava Jato mira banco da família de ex-presidente do Paraguai
COMPARTILHE

Com uma transferência de US$ 500 mil, Cartes ajudou o doleiro Messer durante sua fuga.

Horacio Cartes, ex-presidente do Paraguai, virou réu na Lava Jato do Rio de Janeiro por organização criminosa.

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª vara criminal, aceitou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra 19 pessoas, incluindo Cartes e o doleiro Dario Messer.

Messer é acusado de ser o líder de uma rede de lavagem de dinheiro que operava entre Brasil, Paraguai e Uruguai desde 2000. 

Em sua decisão, que a agência AFP teve acesso nesta quinta-feira (9), Bretas considerou que “há motivos para que a ação penal tenha continuidade”.

De acordo com a investigação, Cartes ajudou Messer durante sua fuga, com uma transferência de US$ 500 mil que seria usada para “gastos jurídicos” do doleiro.

A decisão de Bretas indica que o paraguaio Cartes, 64 anos, faria parte de uma “rede formada por empresários, políticos e advogados”. A investigação identificou que mais de US$ 34 milhões foram gerenciados pela rede.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram