- PUBLICIDADE -

Ex-secretário de Kirchner foi torturado e assassinado na Argentina

Ex-secretário de Kirchner foi torturado e assassinado na Argentina
Imagem: WALTER DIAZ / TELAM

- PUBLICIDADE -

Em 2018, Gutiérrez foi um dos delatores da investigação sobre corrupção dos governos Kirchner.

Fabián Gutiérrez, ex-secretário de Cristina Kirchner, foi encontrado morto e enterrado em El Calafate, na província de Santa Cruz, localizada no sul da Argentina.

Gutiérrez estava desaparecido desde a semana passada. Quatro pessoas admitiram à polícia que participaram do crime. 

Uma autópsia preliminar identificou que o ex-secretário foi torturado e golpeado antes de ser morto por asfixia. 

De acordo com o jornal Gazeta do Povo, o cadáver estava desfigurado, apresentando sinais de tortura, três corte no pescoço e dois golpes no crânio.

Em 2018, Gutiérrez foi um dos delatores da investigação sobre corrupção dos governos Kirchner que ficou conhecida na Argentina como “cadernos de propinas”. 

A família da vítima, no entanto, pede que o nome da vice-presidente Kirchner não seja envolvida no caso.

“Nós descartamos que esse crime esteja relacionado à vice-presidente Cristina Kirchner”, disse o advogado da família, Gabriel Giordano.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -