Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ex-subsecretário do governo Witzel é preso por suspeita de fraude

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ex-subsecretário do governo Witzel é preso por suspeita de fraude
Imagem: Reprodução / O Globo
COMPARTILHE

Além dos respiradores pulmonares, o governo do Rio adquiriu sem licitação máscaras e testes rápidos. 

Gabriell Neves, ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, foi preso, nesta quinta-feira (7), em uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual. 

Outras três pessoas também foram detidas. Todos são suspeitos de corrupção na compra emergencial de respiradores para pacientes com coronavírus

Gabriell Neves foi exonerado pelo governador Wilson Witzel no dia 20 de abril por causa das denúncias de vantagens indevidas. 

A ação é uma parceria do Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc/MP-RJ) e da Delegacia Fazendária, que ainda cumprem 13 mandados de busca e apreensão na capital.

Em entrevista à revista Veja, no último dia 24 de abril, Neves responsabilizou seu ex-chefe, o secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, por ter autorizado todos contratos de quase R$ 1 bilhão, mas negou irregularidades.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram