Português   English   Español
Português   English   Español

Ex-tesoureiro do Vaticano condenado a 6 anos de prisão por pedofilia

Ex-tesoureiro do Vaticano condenado a 6 anos de prisão por pedofilia
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O cardeal australiano George Pell foi sentenciado nesta quarta-feira (13) a seis anos de prisão por abusos sexuais cometidos quando era arcebispo católico de Melbourne nos anos 90.

O ex-tesoureiro do Vaticano poderá entrar com um pedido de liberdade sob pagamento de fiança após cumprir três anos e oito meses da pena em regime fechado, em um centro de detenção na Austrália.

George Pell foi considerado culpado pelos crimes de pedofilia por um tribunal em dezembro do ano passado, mas somente nesta quarta-feira (13) a sentença foi anunciada.

O caso se refere a dois coroinhas de 13 anos de idade que teriam sido abusados por Pell depois de uma missa na Catedral de San Patrick.

O juiz Peter Kidd, que proferiu a sentença, disse que o religioso não mostrou nenhum remorso pelos crimes. O magistrado também disse que Pell levou uma “vida sem culpa”, informa a agência ANSA.

Pell, de 77 anos de idade, é um dos homens mais poderosos dentro do Vaticano e o mais importante na Igreja Católica da Austrália.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...