- PUBLICIDADE -

Exército da Colômbia é enviado para conter protestos em Cali

Colômbia cria força de elite contra guerrilheiros e narcotraficantes
- PUBLICIDADE -

"Essa mobilização quase triplicará nossa capacidade em 24 horas”, diz presidente.

O presidente Iván Duque determinou, nesta sexta-feira (28), o envio de militares à Cali, a terceira maior cidade da Colômbia.

A ordem acontece após protestos violentos deixarem pelo menos 10 mortos nas últimas horas.

Duque disse que os militares darão assistência à polícia local. 

“Essa mobilização quase triplicará nossa capacidade em 24 horas.”

Ao todo, mais de 7 mil soldados serão enviados para desmantelar bloqueios de estradas, incluindo membros da Marinha.

Haverá também um toque de recolher noturno na cidade de 2,2 milhões de habitantes, diariamente a partir das 19h.

Os protestos na Colômbia já levaram à demissão do Ministro das Finanças, Alberto Carrasquilla, da chanceler, Claudia Blum, e do Alto Comissário para a Paz, Miguel Ceballos, que liderava as negociações do governo com os manifestantes.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -