Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Exército da França confirma compra de cloroquina ‘por precaução’

Exército da França confirma compra de cloroquina ‘por precaução’
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Forças Armadas da França informaram que a compra da cloroquina foi feita por “precaução”.

O ministério da Defesa da França reconheceu ter comprado cloroquina da China. O medicamento está em estudo para o tratamento do coronavírus.

De acordo com as lideranças militares, trata-se de uma medida de antecipação, caso “a cloroquina venha a ser validada pelas autoridades de saúde como útil para combater a Covid-19”.

O governo Emmanuel Macron não confirmou a quantidade comprada do produto, mas admitiu que a entrega veio da China e que era de fato “sal ou fosfato de cloroquina, que permite o desenvolvimento de uma forma injetável” do medicamento, destaca o portal RFI.

A droga, que já vem sendo utilizada por vários países para combater o Covid-19, encontra no professor francês Didier Raoult seu principal defensor.

Raoult tem feito uso de um tratamento ministrado à base de cloroquina, que reúne a hidroxicloroquina e a azitromicina, um antibiótico. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE