Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Extensão de auxílio emergencial quebraria o Brasil, diz Bolsonaro

Bolsonaro comenta sobre desemprego no Brasil
COMPARTILHE

“Lamento, o pessoal quer que continue, vai quebrar o Brasil”, diz Bolsonaro sobre o auxílio.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quinta-feira (28), que a capacidade de endividamento do Brasil chegou ao limite. 

Em live no Facebook, Bolsonaro disse que, por isso, a extensão do auxílio emergencial para os mais necessitados durante a pandemia de coronavírus quebraria a economia brasileira: 

“Lamento, o pessoal quer que continue, vai quebrar o Brasil. Vem inflação, descontrole da economia, um desastre atrás disso aí e todo mundo vai pagar caríssimo. E temos que trabalhar.” 

A declaração do chefe do Executivo foi feita ao lado do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Marcos
Marcos
1 mês atrás

A vacina da J&J com 68% de eficácia foi uma decepção nos EUA isso em uma única dose , imagina uma vacina chinesa com 50% ( E OLHA LÁ HEINN ) que tem que tomar 2 doses para ser alcançado este indice .

SeiCOMCERTEZA
SeiCOMCERTEZA
1 mês atrás

ALERTA!!! Acorda, pessoal!
.Bora investigar se essas vacinas funcionam mesmo.
Os JEGUES defendem, manipulam e escondem os números.
Pelo que estou acompanhando, a vacinação começou no mundo no dia 8 de dezembro.
Mais de 50 dias depois, já morreu gente que tomou, e em nenhum lugar (ISRAEL,EUA,UK…)
o número de mortes e casos caiu consistentemente. Aliás quase sempre SUBIU.
KD a ciência defendida por oportunistas conforme conveniências???
INVESTIGAR DIREITO É PRECISO. E tomara que as vacinas prestem. Mas não parece ser o que os números dizem até agora. EXPLICAÇÕES, só isso que é preciso.

EX: ISRAEL — dia 8/12/2020: 1488 novos casos e 8 mortes – dia 27/01/2020: 4422 novos casos e 92 mortes, e por aí vai, inclusive nos números mundiais.

SERÁ APENAS PODER e $$$$$$$$$$$ que importa aos malandros de sempre? Vidas não importam????