Português   English   Español

Extrema-esquerda protesta contra o resultado da eleição

Extrema-esquerda protesta contra o resultado da eleição

Após a confirmação da vitória de Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno da eleição presidencial, o candidato derrotado do PSOL, Guilherme Boulos, convocou protestos em várias cidades do Brasil.

Líder do grupo de extrema-esquerda Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Boulos afirmou que “o povo sem medo vai às ruas de várias cidades do País para afirmar nosso compromisso com a democracia e com nossos direitos”, conforme noticiou a Renova Mídia.

Em mensagem publicada na sua conta no Twitter nesta segunda-feira (29), o extremista questionou o resultado eleitoral: “Vai ter resistência!”

Enquanto questiona o voto de quase 58 milhões de brasileiros, Boulos fala em uma suposta “Frente Ampla pela Democracia” e promete combater Bolsonaro com “serenidade e coragem”.

Enquanto isso, ainda na noite desta segunda, durante entrevista na RecordTV, o presidente eleito Jair Bolsonaro reafirmou seu compromisso com a proposta de qualificar a invasão de propriedade privada como “terrorismo”.

O militar declarou:

No que depender de mim, qualquer invasão, seja feita pelo MST como pelo MTST, terá que ser tipificada como terrorismo. E a propriedade privada é sagrada, seja urbana ou rural.

A declaração de Bolsonaro repercutiu e provocou mais uma resposta do líder extremista, também em seu perfil no Twitter.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...