Português   English   Español

Extremismo islâmico faz cristãos abandonarem Bósnia-Herzegovina

Extremismo islâmico faz cristãos abandonarem Bósnia-Herzegovina

Islamismo radical está invadindo o continente europeu e preocupa lideranças da Bósnia-Herzegovina.

De acordo com o arcebispo de Sarajevo, Vinko Puljic, na Bósnia-Herzegovina, está acontecendo um “êxodo escondido” de cristãos devido à difícil situação política, econômica e social daquela nação.

Ele conta que o país sofreu no início dos anos 1990 com uma sangrenta guerra que destruiu a então Iugoslávia e acabou com mais de 97 mil vidas, gerando ainda cerca de dois milhões de deslocados. O motivo dos confrontos foi principalmente étnico e religioso, entre bósnios (muçulmanos), sérvios (cristãos ortodoxos) e croatas (católicos).

Embora a violência tenha diminuído depois do tratado de paz assinado em 1995, as tensões e divisões ainda prevalecem.

Segundo o arcebispo, o Islamismo radical está invadindo a Europa e se estendendo pelo continente através da Bósnia-Herzegovina que é uma das portas de entrada. Os cristãos acabam partindo por serem a minoria.

Ele explicou:

A mídia é dura e muitos jovens vão embora porque estão cansados ​​de um ambiente em que há pressão de ambos os lados, tanto do lado sérvio quanto do lado croata.

Puljic também lamentou que “os políticos não trabalham para todos. Aqueles que são eleitos trabalham apenas para seus eleitores”. O líder cristão acredita que falta respeito à liberdade religiosa.

 

Adaptado da fonte Gospel Prime

Deixe seu comentário

Veja também...