Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Extremistas islâmicos enforcam bonecos de Trump no Iraque

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Extremistas islâmicos enfocam bonecos de Trump no Iraque
COMPARTILHE

Extremistas do Iraque criticam os EUA pela morte dos líderes terroristas Soleimani e de Muhandis.

Uma facção xiita armada do Iraque enforcou bonecos de papelão de Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, na capital Bagdá.

O ato de hostilidade aconteceu na véspera do 40º dia de luto pela morte de Abu Mehdi al-Muhandis, chefe dos paramilitares pró-Teerã que morreu em um ataque dos EUA junto com o general Qassem Soleimani, importante líder militar do Irã.

Em todas as principais artérias da capital, essas figuras de papelão de Trump ou de soldados norte-americanos são vistas penduradas.

Na praça Al Uathba, localizada na parte central da cidade, foram colocados enormes retratos de Al Muhandis e de Soleimani, que morreram em 3 de janeiro nos arredores do aeroporto de Bagdá.

No final de dezembro, milhares de militantes pró-Irã invadiram a representação diplomática dos EUA e a sitiaram por mais de 24 horas, informa a agência France-Presse.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM