Fábrica de fertilizantes da Petrobras no Paraná vai parar

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Sem conseguir compradores, estatal brasileira vai paralisar fábrica de fertilizantes. 396 funcionários devem ser demitidos.

A Petrobras aprovou, nesta terça-feira (14), a paralisação de uma fábrica de fertilizantes no Paraná. A decisão resultará na demissão de 396 empregados da unidade.

A medida é implementada após esforços da empresa estatal do Brasil para vender o ativo.

Em um comunicado, a Petrobras explicou que a fábrica vem apresentando recorrentes prejuízos desde que foi adquirida, em 2013.

A Petrobras explicou que a unidade gerou perdas de cerca de R$ 250 milhões entre janeiro e setembro de 2019, enquanto previsões para 2020 indicavam que o resultado negativo poderia superar R$ 400 milhões.

Ainda na nota, a estatal afirmou:

“No contexto atual de mercado, a matéria-prima utilizada na fábrica (resíduo asfáltico) está mais cara do que seus produtos finais (amônia e ureia).”

E, segundo o jornal Folha, acrescentou:

“A fábrica permanecerá hibernada em condições que garantam total segurança operacional e ambiental, além da integridade dos equipamentos.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.