Português   English   Español

Facção criminosa PCC teme governo de Jair Bolsonaro

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) tem urgência. Eles acreditam que o futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro vai endurecer ainda mais a situação deles.

A afirmação foi feita por um dos envolvidos na investigação do plano de resgate do traficante Marcola, que está condenado a 332 anos de prisão e não tem perspectiva de sair da penitenciária.

Para o plano, era previsto ainda o uso de lança-foguetes, metralhadoras e aeronaves.

A cúpula da facção teme ser transferida para um presídio federal – diferentemente dos líderes de outras facções pelo País, os chefes do PCC não foram enviados a penitenciárias geridas pela União.

 

Adaptado da fonte Estadão

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...