Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Facebook bane contas da ANTIFA em ação contra grupos de ódio

Ministério da Justiça monitora 579 autodenominados ‘antifascistas’
COMPARTILHE

“Vimos crescer os movimentos que, embora não organizem diretamente a violência, realizam atos violentos”, diz Facebook.

O Facebook removeu milhares de grupos, páginas e anúncios relacionados ao movimento de extrema esquerda ANTIFA e a outras organizações acusadas de incitar a violência e o discurso de ódio na rede social.

Além dos autodenominados “antifascistas”, grupos ligados a radicais de direita também foram alvos da nova ação da empresa, destaca o jornal Valor Econômico.

Em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (19), o Facebook informou:

“Para organizações de milícias e aqueles que fomentam motins, incluindo alguns que podem ser identificados como Antifa, removemos inicialmente mais de 980 grupos, 520 páginas e 160 anúncios do Facebook.Também restringimos mais de 1.400 hashtags relacionadas a esses grupos e organizações no Instagram.”

O Facebook disse ainda que essas páginas, grupos e contas do Instagram estão vinculadas a movimentos que apoiam atos violência em meio aos protestos que assolam os Estados Unidos:

“Vimos crescer os movimentos que, embora não organizem diretamente a violência, realizam atos violentos, mostram que têm armas e sugerem que as usarão, ou têm seguidores individuais com padrões de comportamento violento.”

A rede social completou:

“Portanto, hoje estamos expandindo nossa política de Pessoas e Organizações Perigosas para abordar organizações e movimentos que provaram ser um risco significativo para a segurança pública, mas não atendem aos critérios rigorosos para serem designados como uma organização perigosa, e proibimos que tenham alguma presença na nossa plataforma.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE