Português   English   Español

Facebook e George Soros estão em pé de guerra

Um dos representantes do bilionário George Soros pediu a políticos dos EUA que investiguem o Facebook após a rede social confirmar que contratou uma agência de relações públicas para fazer acusações contra o globalista.

O diretor da fundação de George Soros diz que o Facebook manchou a reputação do empresário húngaro-americano e cobrou uma ação do Congresso dos Estados Unidos.

O ruído ganhou intensidade após o Facebook solicitar à agência Definers que investigasse os laços de Soros com a campanha Freedom from Facebook (Livre do Facebook, em tradução livre), que busca desmembrar a companhia.

Patrick Gaspard, presidente da Open Society Foundations, de Soros, respondeu pedindo uma investigação oficial.

O presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, disse que nem ele nem sua vice, Sheryl Sandberg, foram avisados da operação envolvendo a Definers.

Mas agora Sandberg reconhece que foi avisada sobre a agência, mas rejeitou alegações de que o Facebook tentou fazer de Soros um alvo de teorias conspiratórias racistas.

Ela afirmou:

Nunca foi a intenção de ninguém estimular uma narrativa antissemita contra Soros ou qualquer outro. Ser judia é uma parte central de quem sou e nossa empresa se posiciona firmemente contra o ódio.

Meses atrás, antes das ações da rede social despencarem, o bilionário vendeu quase todas suas ações do Facebook, evitando perdas milionárias, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adaptado da fonte BBC

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter