Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Fachin cobrou Dodge por demora em investigações da Lava Jato

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fachin cobrou Dodge por demora em investigações da Lava Jato
COMPARTILHE

Dodge concede nesta tarde entrevista coletiva na qual fará um balanço final de sua gestão na PGR.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, cobrou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, sobre o andamento de investigações contra autoridades envolvidas na operação Lava Jato.

A queixa de Fachin pode ser confirmada através de um ofício obtido pela agência Reuters encaminhado no mês passado à chefe do Ministério Público Federal (STF) — que deixa o cargo nesta terça-feira (17).

Fachin, que é relator da Lava Jato no Supremo, lista sete inquéritos, quatro ações cautelares e três petições que se encontravam na PGR “no aguardo de diligências e respectivos trabalhos, em lapso temporal superior ao prazo”.

Nos casos listados, constavam inquéritos da Lava Jato contra os senadores do MDB Renan Calheiros (AL) e Jader Barbalho, e do ex-presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram