- PUBLICIDADE -

Fachin libera para julgamento ação contra inquérito das fake news

Fachin libera para julgamento ação contra inquérito das fake news

- PUBLICIDADE -

Associação de procuradores pediu ao STF para suspender o inquérito. Cabe a Toffoli marcar a data do julgamento.

O ministro Edson Fachin pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para marcar o julgamento da ação que visa suspender o inquérito que apura ofensas, fake news e ameaças contra ministros da Corte.

A ação foi apresentada pela Associação Nacional dos Procuradores (ANPR). Cabe ao presidente do tribunal, Dias Toffoli, marcar a data.

O inquérito foi aberto por determinação de Toffoli e é relatado pelo ministro Alexandre de Moraes, que, na última semana, prorrogou as investigações até o fim deste ano.

Em documento apresentado nesta terça-feira (6) ao Supremo, a ANPR argumentou que os procuradores estão em “situação de perigo constante” em razão da possibilidade de serem investigados no inquérito.

A ANPR argumenta que, como Moraes afastou servidores da Receita por suspeita de quebra de sigilo de ministros do STF, isso também pode acontecer com procuradores, registra o site G1.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -