- PUBLICIDADE -

Fachin vota contra decretos de Bolsonaro sobre posse de armas

Fachin decidirá sobre sete ações contra censura a sites

Ministro vota por considerar inconstitucionais decretos de Bolsonaro sobre posse de armas.

- PUBLICIDADE -

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) começaram a julgar, nesta sexta-feira (12), no plenário virtual, uma ação apresentada pelo PSB que questiona decretos sobre posse de armas assinados pelo presidente da República, Jair Bolsonaro

A legenda alega que os atos do chefe do Executivo confrontam dispositivos do Estatuto do Desarmamento, lei aprovada em 2003. 

Os ministros podem apresentar seus votos até o dia 19.

Ontem, o ministro do STF, Edson Fachin, votou por considerar inconstitucionais decretos do presidente da República, Jair Bolsonaro, que aumentaram as possibilidades de posse de armas. 

Na opinião de Fachin, a posse de armas de fogo só pode ser autorizada às pessoas que demonstrem concretamente, por razões profissionais ou pessoais, possuírem efetiva necessidade.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -