Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Falar em morte de filha não é liberdade de expressão, diz Moraes

Moraes defende inquérito das fake news e nega censura
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

O plenário do STF retomou o julgamento que decidirá o destino do inquérito das fake news.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, votou, nesta quarta-feira (17), a favor da continuidade do inquérito das fake news na Corte.

Ao votar, Moraes afirmou que “liberdade de expressão não é liberdade de destruição da democracia, instituições e honra alheia”.

O magistrado disse ainda que falar em estuprar e matar filhas de ministros, em nenhum lugar do mundo, é liberdade de expressão:

“’Que estuprem e matem as filhas dos ordinários ministros do STF’. Em nenhum lugar do mundo isso é liberdade de expressão.” 

Moraes acrescentou:

“Isso é bandidagem, criminalidade. Postado por uma advogada do Rio Grande do Sul, incitando o estupro.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE