- PUBLICIDADE -

Família é acusada de matar jovem na Itália por recusar casamento forçado

Família é acusada de matar jovem na Itália por recusar casamento forçado
- PUBLICIDADE -

A polícia está vasculhando uma área dos campos para encontrar a jovem desaparecida.

O corpo de uma jovem de 18 anos supostamente assassinada por sua família está sendo procurado pela polícia da Itália.

A família do Paquistão teria matado a garota após ela se recusar a aceitar um casamento forçado muçulmano.

Os pais da menina, um tio e dois primos estão sendo investigados pelo homicídio.

Todos supostamente participaram do crime“, explicou o tenente-coronel Stefano Bove, em conversa com a imprensa.

A jovem Saman Abbas, que morava na cidade de Novellara, no norte da Itália, se rebelou contra a proposta de sua família de que ela se casasse com um primo de seu país natal.

Ainda menor de idade, Abbas entrou em contato com o Serviço Social da Itália e, em novembro de 2020, foi transferida para um centro de acolhimento. 

Saman Abbas voltou a morar com os pais em 11 de abril.

A garota denunciou seus pais à polícia, mas em 11 de abril voltou a morar com eles.

A polícia está procurando por ela desde 5 de maio, quando foram à sua casa e não encontraram ninguém.

De acordo com a agência France-Presse:

“Mais tarde, eles descobriram que seus pais viajaram para o Paquistão sem ela e encontraram imagens de uma câmera de segurança que prenunciavam o pior.

A fonte acrescentou:

“Em 29 de abril, cinco pessoas foram vistas saindo de casa com pás, um pé de cabra e um balde, e voltando cerca de duas horas e meia depois.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -