Português   English   Español

Famílias entregam filhos para adoção por falta de comida

Grave crise econômica e política promovida pelo regime socialista de Nicolás Maduro leva ao desespero famílias de venezuelanos que não têm mais como sustentar suas crianças.

As taxas de pobreza e fome aumentaram à medida que a situação catastrófica na Venezuela deixou as prateleiras dos mercados vazias.

Para se ter uma ideia da gravidade da crise no país regido pela ditadura de Nicolás Maduro, a falta de alimentos fez com que a população perdesse vários quilos em média no ano passado.

Magdelis Salazar, assistente social na Venezuela, disse que alguns pais não podem mais sustentar a família e estão fazendo o que era impensável: abandonando os filhos.

“As pessoas não conseguem mais comida. Estão abandonando os filhos, não porque não os amam, mas exatamente porque os amam”, declarou Salazar.

De acordo com informações do Estadão:

Não há estatísticas oficiais sobre o número de crianças abandonadas por razões econômicas. Mas entrevistas de funcionários da Fundana e de nove outras organizações indicam que são centenas de casos em todo o país. A Fundana recebeu 144 solicitações em 2017, um aumento em relação aos 24 de 2016 – a maioria dos pedidos está relacionada a dificuldades econômicas.

Durante anos, a Venezuela teve instituições públicas encarregadas de crianças vulneráveis e abrigos para as que necessitavam de proteção. Assistentes sociais, no entanto, afirmam que hoje as instituições estão desmoronando, algumas em risco de fechamento por falta de recursos. Assim, cada vez mais, os pais vêm deixando os filhos na rua.

Leonardo Rodríguez, que administra 10 orfanatos, afirmou que, anteriormente, as crianças vinham de lares onde haviam sofrido abusos mentais e físicos. Mas, em 2017, seus orfanatos receberam dezenas de telefonemas – cerca de dois por semana – de mães desesperadas desejando entregar seus filhos para que pudessem ser alimentados. A demanda é tão alta que muitos orfanatos têm até listas de espera.

Com informações desse tipo, não surpreende ninguém o fato de milhões de cidadãos da Venezuela estarem abandonando o país pelas fronteiras da Colômbia e Brasil.

https://twitter.com/RenovaMidia/status/963820248985210880

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter