Português   English   Español

Famílias soterradas em erupção de vulcão na Guatemala

O Vulcão de Fogo, de 3.763 metros de altura, fica a 40 km a oeste da Cidade da Guatemala, a capital guatemalteca, e expeliu rochas, fumaça negra e cinzas no céu neste domingo (3).

Coberta da cabeça aos pés de cinzas vulcânicas, uma mulher caminha sozinha por uma estrada da Guatemala. Ela é uma das vítimas que sobreviveram à erupção do Vulcão de Fogo, a 40 quilômetros da capital do país.

A mulher conta que, ao ver a lava se aproximando, ela e outras pessoas da família correram morro acima. Mas nem todos sobreviveram. “Acho que estão soterrados’, diz a mulher.

Cerca de 1,7 milhão de pessoas foram afetadas. Pelo menos 25 pessoas morreram e 300 ficaram feridas em uma das mais violentas erupções em décadas na Guatemala.

De acordo com informações da BBC:

Um fluxo de lava atingiu a aldeia de El Rodeo, matando pessoas dentro de suas casas. O principal aeroporto da capital foi fechado e o presidente, Jimmy Morales, declarou três dias de luto nacional.

Em um comunicado oficial, Morales disse que o país vive uma “dor profunda” pelos “danos irreparáveis” às vidas humanas, provocados pelo vulcão.

Sergio Cabañas, chefe da agência guatemalteca de gerenciamento de desastres naturais, disse a uma rádio local que a lava mudou de caminho nos arredores do povoado de El Rodeo, nos pés do vulcão, o que dificultou a ação dos serviços de resgate.

“Infelizmente El Rodeo foi enterrada e não fomos capazes de chegar até a vila La Libertad por causa da lava e talvez há pessoas mortas lá”, declarou Cabañas, emendando que, entre os 25 mortos já contabilizados, há um funcionário da agência que comanda.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter