PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Famílias tiveram seus lares violados’, diz Weintraub

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Sob a mira de armas, pais viram suas crianças e mulheres assustadas”, disse Weintraub.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou, nesta quinta-feira (28), que famílias “tiveram seus lares violados” por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, no inquérito das fake news.

Em mensagem no Twitter, ao compartilhar uma imagem do período em que a Alemanha foi controlada pelo regime nazista de Adolf Hitler, Weintraub criticou, inicialmente, as medidas restritivas adotadas para tentar conter o coronavírus.

Weintraub declarou:

“Primeiro, nos trancaram em casa. Depois, brasileiros honestos buscando trabalho foram algemados.”

Em seguida, o titular do MEC criticou as determinações de Moraes, nesta quarta-feira (27), no âmbito do controverso inquérito:

“Ontem, 29 famílias tiveram seus lares violados! Sob a mira de armas, pais viram suas crianças e mulheres assustadas terem computadores e celulares apreendidos!”

“Qual o próximo passo?”, completou Weintraub.

No início da madrugada de hoje, o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, apresentou um pedido de habeas corpus ao STF para Weintraub.

Na última terça-feira (26), Moraes determinou que Weintraub fosse ouvido — em até 5 dias — pela Polícia Federal (PF) sobre declarações feitas em reunião ministerial do dia 22 de abril.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.