Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Fãs queimam produtos da Nike após anúncio com atleta antipatriota

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A Nike anunciou uma campanha com o jogador de futebol americano Colin Kaepernick nas comemorações dos 30 anos do slogan “Just do It”.

O atleta não tem contrato com um clube desde 2016, quando virou destaque ao desrespeitar o hino nacional e a bandeira dos Estados Unidos, em protesto contra o presidente Donald Trump.

A decisão da Nike de usar Kaepernick em sua campanha publicitária gerou inúmeras críticas negativas nas redes sociais e fez o valor de mercado da companhia despencar, em uma perda de aproximadamente US$ 3,75 bilhões (R$ 15 bilhões) após o anúncio. Ações da empresa chegaram a cair 4% após a hashtag #NikeBoycott ganhar destaque nas redes sociais.

Pessoas que eram contra o gesto de se ajoelhar durante o hino nacional passaram a postar vídeos em que apareciam queimando tênis da marca.

Gino Fisanotti, executivo da Nike, declarou:

Acreditamos que Colin é um dos atletas mais inspiradores de sua geração, que alavancou o poder do esporte para ajudar o mundo a evoluir. Queríamos energizar seu significado e introduzir o ‘Just do It’ em uma nova geração de atletas.

 

Adaptado da fonte UOL

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email