Fãs queimam produtos da Nike após anúncio com atleta antipatriota

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

A Nike anunciou uma campanha com o jogador de futebol americano Colin Kaepernick nas comemorações dos 30 anos do slogan “Just do It”.

O atleta não tem contrato com um clube desde 2016, quando virou destaque ao desrespeitar o hino nacional e a bandeira dos Estados Unidos, em protesto contra o presidente Donald Trump.

A decisão da Nike de usar Kaepernick em sua campanha publicitária gerou inúmeras críticas negativas nas redes sociais e fez o valor de mercado da companhia despencar, em uma perda de aproximadamente US$ 3,75 bilhões (R$ 15 bilhões) após o anúncio. Ações da empresa chegaram a cair 4% após a hashtag #NikeBoycott ganhar destaque nas redes sociais.

Pessoas que eram contra o gesto de se ajoelhar durante o hino nacional passaram a postar vídeos em que apareciam queimando tênis da marca.

Gino Fisanotti, executivo da Nike, declarou:

Acreditamos que Colin é um dos atletas mais inspiradores de sua geração, que alavancou o poder do esporte para ajudar o mundo a evoluir. Queríamos energizar seu significado e introduzir o ‘Just do It’ em uma nova geração de atletas.

 

Adaptado da fonte UOL
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações