Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

FBI investiga espionagem da China em todos os 50 estados americanos

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

A China, do ponto de vista da contra-inteligência, representa de muitas maneiras a ameaça mais ampla, desafiadora e mais significativa a longo prazo para os Estados Unidos.

Christopher Wray, diretor do FBI, revelou em 18 de julho que o FBI está investigando casos de espionagem econômica chinesa em todos os 50 estados americanos, e que a China é considerada a ameaça “mais significativa” a longo prazo para os Estados Unidos.

O chefe do FBI, falando à NBC no Aspen Ideas Forum em 18 de julho, disse que a espionagem chinesa “cobre tudo, desde sementes de milho em Iowa até turbinas eólicas em Massachusetts e tudo mais.”

O Partido Comunista Chinês (PCC) está usando um conjunto de métodos de guerra não convencionais contra os Estados Unidos, destinados a alcançar os objetivos da guerra sem a necessidade de um combate de tropas contra tropas.

Isso inclui métodos subversivos para infiltrar e minar as instituições dos Estados Unidos, operações de propaganda para alterar a percepção pública, programas de guerra econômica para roubar da economia americana e muito mais.

Muitas dessas estratégias foram delineadas em um livro militar chinês de 1999, “Unrestricted Warfare” (Guerra Irrestrita). Muitas das táticas também derivam de métodos subversivos mais antigos usados ​​pela União Soviética e vão além deles.

 

Com informações de Epoch Times

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias