FBI prende ex-sócio da Empiricus por desvio de contas bancárias

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Marcos Eduardo Elias é acusado de desviar mais de 750.000 dólares de contas de brasileiros em Nova York.

Marcos Eduardo Elias, fundador e ex-sócio da casa de análise de ações Empiricus, foi preso na Suíça em junho e extraditado para os Estados Unidos na semana passada, acusado de desviar mais de 750.000 dólares de contas bancárias de brasileiros em Nova York.

Segundo informações do Departamento de Justiça americano, Elias se passou por funcionários dos titulares das contas bancárias, e, usando documentos falsos, conseguiu transferir o dinheiro para uma conta controlada por ele em Luxemburgo.

Uma das supostas vítimas do esquema foi o conglomerado varejista Zaffari, controlado pela família gaúcha de mesmo sobrenome.

A investigação foi conduzida pelo Federal Bureau of Investigation (FBI), a Polícia Federal americana.

Os acusados teriam mandado e-mails para outros empregados do grupo Zaffari fingindo ser um dos membros do clã, e solicitavam a transferência dos montantes para a conta. Essa conta tinha como titular uma empresa sediada no Panamá que falsamente listava entre seus donos o membro da família Zaffari em questão, mas na verdade era da propriedade de Elias.

 

Adaptado da fonte EXAME
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações