- PUBLICIDADE -

Feministas acusadas de violar direito de espectadores na final da Copa da Rússia

- PUBLICIDADE -

Integrantes do grupo extremista de esquerda Pussy Riots, que invadiram a final da Copa do Mundo em uma manifestação contra o líder russo Vladimir Putin, foram formalmente acusadas pelas autoridades em Moscou.

As feministas teriam “violado os direitos dos espectadores” e ainda são acusadas de usar de forma ilegal roupas de policiais.

Caso sejam condenadas, elas podem ter de pagar uma multa equivalente a US$ 185 cada (aproximadamente R$ 712), além de prestar serviços comunitários durante 160 horas.

No segundo tempo da final entre França e Croácia, o grupo feminista conseguiu driblar a segurança e invadir o campo.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, elas tentaram justificar a invasão:

Tendo em vista que o estado de direito não existe na Rússia e que qualquer policial pode entrar em nossas vidas, a Copa do Mundo mostrou que os policiais sabem se comportar bem. Mas o que vai ocorrer quando a Copa acabar? Só há uma solução: lutar contra a fabricação de falsas acusações e de prisões arbitrárias.

 

Com informações da Gazeta do Povo
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -