50 feridos em protestos do Hamas na fronteira entre Israel e Gaza

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Protestos organizados pelo grupo terrorista Hamas marcam início de uma jornada prevista para durar seis semanas. Confrontos com forças de segurança de Israel já deixaram pelo menos 50 feridos.

A série de manifestações foi convocada pelo grupo terrorista palestino Hamas e marca o início de uma jornada de protestos prevista para durar seis semanas, batizada como “A Grande Marcha do Retorno”. O objetivo é demonstrar repúdio contra a decisão do presidente dos EUA, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

Milhares de palestinos estão protestando nesta sexta-feira (30) em diferentes pontos da fronteira entre a Faixa de Gaza e Israel. Foram registrados confrontos com tropas israelenses. Segundo a organização Crescente Vermelho, pelo menos 50 palestinos ficaram feridos até o momento.

De acordo com o governo de Israel, choques estão ocorrendo sem seis diferentes pontos da fronteira.

O Exército israelense afirmou que palestinos atiraram pedras contra militares e tentaram danificar a cerca que divide os territórios.

“As tropas estão respondendo com métodos de dispersão e atirando contra os principais instigadores”, apontou o Exército em comunicado.]

 

Com informações de: [DW]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.