Fernández pressionado após derrota em redutos esquerdistas

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Derrota em redutos peronistas pressiona Fernández por mudanças.

A coalizão esquedista “Frente de Todos”, liderada pelo presidente Alberto Fernández e pela vice Cristina Kirchner, sofreu um duro revés nas eleições primárias para o Legislativo da Argentina.

A derrota aumentou a pressão na Casa Rosada por mudanças no governo.

Os reveses em bastiões clássicos do peronismo, como a grande Buenos Aires e as províncias do sul da Patagônia, foram vistos com preocupação por setores governistas.

Agora, a meta é simples: implementar esforços para mudar o cenário atual até as eleições de 14 de novembro. 

Uma reforma ministerial, avaliam analistas ouvidos pelo jornal Estadão, está na mesa.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.