- PUBLICIDADE -

Fernández rebate declaração de Bolsonaro sobre a Argentina

'Ser agressivo com Bolsonaro foi um erro', diz Alberto Fernández
- PUBLICIDADE -

"Exército Argentino nas ruas para manter o povo em casa”, disse Bolsonaro.

Na noite de quarta-feira (14), o governo da Argentina anunciou novas medidas de restrição à circulação de pessoas para frear uma segunda onda de coronavírus no país.

Em um tuíte publicado na manhã desta quinta-feira (15), o presidente da República, Jair Bolsonaro, escreveu: 

“Exército Argentino nas ruas para manter o povo em casa./- Toque de recolher entre 20h e 08h./- Bom dia a todos.”

Minutos após a publicação, Fernández esclareceu que os militares da Argentina desempenham um papel de apoio na pandemia.

Em entrevista à Radio 10 de Buenos Aires, Fernández acrescentou:

“É preciso explicar para ele [Bolsonaro] um pouco de como funciona a Constituição. Em primeiro lugar, na Argentina, não tem toque de recolher. Um segundo ponto: na Argentina as Forças Armadas não fazem a segurança interna.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -