Português   English   Español

Fernando Haddad ataca as Forças Amardas do Brasil

Fernando Haddad ataca as Forças Amardas do Brasil

“Instituições estão se sentindo ameaçadas pela linha dura das Forças Armadas”, afirmou Haddad.

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, afirmou que as instituições estão se sentindo ameaçadas pela linha dura das Forças Armadas e que, por isso, têm demorado para reagir aos ataques da campanha de Jair Bolsonaro (PSL).

Haddad questionou o papel do ministro Sergio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional) no processo eleitoral.

O petista insinuou que o general se coloca como “ameaça” ou “tutela” para o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ao participar de uma coletiva de imprensa, neste domingo (21), ao lado da presidente da corte, Rosa Weber.

O poste de Lula declarou, segundo informações da Folha de S. Paulo:

O que o Etchegoyen tinha que estar dando entrevista do lado da Rosa Weber? Quem é ele? Qual autoridade que ele tem no TSE? O que ele tem com isso? Ele foi lá se colocar como uma ameaça, tutelar? Isso nunca aconteceu. Os tribunais não precisam disso.

Ontem, em coletiva de imprensa, a presidente do TSE deu a entender que a narrativa do PT sobre o impulsionamento de mensagens no WhatsApp por empresários pró-Bolsonaro não passa de boataria, conforme noticiou a Renova Mídia.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Assine nossa newsletter...

Inscreva seu e-mail para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Fique tranquilo(a), assim como você, odiamos spam :) Você poderá remover seu e-mail a qualquer momento.

Deixe seu comentário...

Veja também...