Português   English   Español

Fernando Haddad nunca foi popular dentro do PT

A corrida presidencial virou um plebiscito. É um duelo entre o petismo e o antipetismo.

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, enfrenta resistência até mesmo dentro do seu próprio partido.

É o que afirmou a revista Crusoé nesta sexta-feira (21).

À boca miúda, petistas o classificam como ‘arrogante’, ‘intragável’, ‘cheio de exigências’. A lista inclui o apelido de ‘Fernando Vaidade’.

Os críticos o tacham ainda de ‘vacilão’ e ‘errático’. Dizem que, quando tinha o poder nas mãos, seja como prefeito, seja como ministro, ‘tomava decisão e ficava em dúvida depois’.

‘Ele sempre teve pouca confiança no que decidia’, diz um dos queixosos.

Uma provável oponente do presidenciável do PT dentro da cúpula da legenda de extrema-esquerda é a própria presidente do partido Gleisi Hoffmann.

Em discurso de dez minutos durante a abertura de um seminário organizado pela sigla, na semana passada, Gleisi “não citou uma única vez Fernando Haddad”, conforme reportado pela Renova Mídia.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter