Português   English   Español

Haddad passa a mão na cabeça do ditador Nicolás Maduro

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirma que a oposição da Venezuela é a culpada pelo alarmante colapso do país sul-americano.

Haddad ignora completamente os “super poderes” do ditador Nicolás Maduro, na Venezuela, concedidos pelo Tribunal Supremo de Justiça, órgão que é controlado por ministros de maioria chavista.

Durante sua entrevista na série de entrevistas com os presidenciáveis promovida pelo “Jornal da Globo”, Fernando Haddad declarou:

A Venezuela não vive um processo de normalidade, não vive. Por que há contestação sobre o ambiente democrático, não se reconhece resultado eleitoral, a oposição contesta quando um plebiscito é chamado, as eleições não são respeitadas. O clima alí é de conflagração. Inequívoco.

O candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) também não comentou declaração de seu partido de que o país vizinho é um “exemplo de democracia”.

Segundo informações do jornal O Globo, Haddad declarou:

Eu não vi essa declaração oficial, a posição do PT pode ser essa, mas eu estou falando da posição de um eventual governo do PT comigo à frente. O papel do Brasil tem que ser reconhecer que as coisas não andam bem por lá, a situação é conflagrada; inclusive nós estamos tendo a repercussão disso na fronteira com Roraima. Nós precisamos resolver isso lá.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter