PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Ferramenta anti-censura ajuda cubanos a acessarem internet

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Cuba censurou o acesso da população à internet em meio aos protestos.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Com décadas de atraso, a internet só passou a ser uma realidade para o povo de Cuba a partir de 2015.

Os cubanos tinham uma conectividade extremamente restrita.

Eles precisavam ir a uma praça pública para acessar a rede mundial de computadores ou pagar US$ 1 dólar por hora em cafés.

Não é preciso nem explicar que o valor em questão está fora do alcance de boa parte da população da ilha, que é controlada a mão de ferro pelo regime comunista. 

O cenário mudou totalmente, em 2018, com a chegada do 3G, que aparenta ter sido determinante para a magnitude das manifestações pró-democracia que sacudiram o país caribenho nos últimos dias.

Não é à toa que o ditador Miguel Díaz-Canel tratou de restringir o acesso da população à internet em meio aos protestos.

A ferramenta VPN de contenção de censura Psiphon Inc, que está disponível gratuitamente, afirmou que ajudou cerca de 1,4 milhão de cubanos a receber acesso a sites na última semana.

O montante representa cerca de 20% dos usuários cubanos de internet.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.