Português   English   Español

FHC diz que Brasil corre risco de eleger um Hitler

FHC

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirmou nesta quinta-feira (18/01) que as eleições presidenciais brasileiras deste ano podem ter como vencedor um “Hitler, Trump ou Macron”.

Em entrevista exclusiva a Datena na Rádio Bandeirantes, FHC declarou:

As pessoas estão cansadas de tanta confusão: é violência, crime, roubo. Nós precisamos voltar a acreditar no país, que já passou por muita coisa. Precisamos olhar para a frente, para o futuro. Nós estamos em um momento que é preciso conectar os políticos com a população.

O “fenômeno”, de acordo com ele, não é específico do Brasil:

O mundo todo está sofrendo esse desgaste porque a democracia social mudou, assim como a sociedade. A demanda das pessoas aumentou, elas querem mais.

O ex-presidente também falou sobre o que espera ver do PT após o julgamento do recurso de Lula, no Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), no próximo dia 24, em Porto Alegre:

Pessoalmente, não tenho nenhuma satisfação em ver esse pessoal [políticos] na cadeia, não tenho esse espírito de vingança. Quem decide é a Justiça […]. O PT é um partido e vai continuar existindo. Se entrar na disputa com candidato próprio, vão apoiar quem? Esses temas vão permanecer. Caso seja absolvido, o ‘outro lado’ também vai sentir.

Já ao falar sobre Bolsonaro, o tucano Fernando Henrique Cardoso aproveitou para acusar o pré-candidato direitista de “autoritário”.

Conheço Lula muito bem, mas não conheço Bolsonaro. O Lula tem partido, história, trajetória, você pode gostar ou não, mas ele tem compromisso. Já Bolsonaro é um homem autoritário. Quais são as opiniões dele? Não sei […]. Bolsonaro ainda não existe.

 

Com informações de: [Sputnik]

Deixe seu comentário

Veja também...