- PUBLICIDADE -

FHC clama por união do ‘centro’ para evitar ‘catástrofe’

- PUBLICIDADE -

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso relançou na noite desta quinta-feira (28), em um teatro na avenida Paulista, o “movimento em torno de um polo democrático e reformista”.

O movimento político já havia sido lançado em Brasília algumas semanas atrás, mas não empolgou.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o bloco recebeu o apoio de Marina Silva, que enviou como representante ao evento o coordenador do programa de governo de sua campanha, João Paulo Capobianco.

Em discurso contra “os aventureiros, os demagogos”, FHC declarou:

Não é fácil convencer partidos e líderes de que é preciso união. Sozinhos nós vamos para o desastre. Estamos na iminência de uma catástrofe.

O tucano foi cauteloso quando questionado sobre o nome que encabeçaria uma chapa fruto da união do centro.

‘Acho que o Alckmin tem a vantagem de ser experiente, é simples, é decente. É o único? Tem outros aí. Todo mundo sabe que eu gosto da Marina, o Álvaro [Dias] é respeitável’, finalizou.

 

Com informações de O Antagonista
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -