FHC critica pedidos de expulsão de Aécio Neves do PSDB

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A rejeição a Aécio dentro do partido cresceu após abertura de ação penal contra o parlamentar na Justiça Federal de São Paulo, no início do mês.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reagiu, nesta quinta-feira (11), à pressão feita por lideranças do PSDB ligadas ao governador de São Paulo, João Doria, pela expulsão do deputado federal Aécio Neves (MG).

Em mensagem publicada no Twitter, FHC ressaltou que o PSDB tem estatuto e código de ética a serem seguidos, e afirmou que “jogar” filiados “às feras”, sem aguardar uma decisão judicial, é “oportunismo sem grandeza”.

Em nota, o PSDB de São Paulo rebateu as afirmações de FHC. O texto, assinado pelo presidente Fernando Alfredo, afirma que o diretório respeita a trajetória de FHC, presidente de honra do partido, mas discorda de sua posição.

Segundo o jornal Metrópoles, a nota afirma que a trajetória de Aécio “não condiz com o que FHC tem de legado”:

“É inadmissível que pessoas como Aécio Neves permaneçam nos quadros partidários”.

O texto justifica que o pedido de expulsão “se deveu pelo fato de não compactuarmos com a postura e o histórico de Aécio, que conspurcam a imagem do partido.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.