FHC quer ‘aliança’ entre PSDB e MST para ‘filtrar’ Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Tucano usou as redes sociais para defender que hajam alianças novas e que ‘sentimentos’ contem mais que ‘partidos’.

Os partidos de oposição devem se juntar aos movimentos sociais e “filtrar” as ações do governo Jair Bolsonaro no interesse do Brasil, declarou o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso nesta segunda-feira (19).

Ou seja, o tucano FHC não veria nenhum problema em uma aliança entre seu partido, o PSDB, e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) para conter a agenda do presidente eleito.

Em mensagem publicada na rede social Twitter, FHC declarou:

“Agora só falta FHC colocar um boné do MST”, frisou O Antagonista, apontando que o comentário pode ser interpretado como uma forma de parceria entre o MST e partidos políticos.

ATUALIZAÇÃO (18:03 | 21/11)

Em resposta às matérias da RENOVA e de O Antagonista, o tucano exclamou “fake news”.

De acordo com o ex-presidente, as suas palavras foram mal interpretadas e uma aliança entre o PSDB e o MST não está sendo cogitada.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.