Filho de Fernández será identificado como gênero não binário

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"Nunca na minha vida eu me senti identificado com esse nome”, diz Dyhzy.

O filho do presidente Alberto Fernández, da Argentina, anunciou, nesta quinta-feira (22), que mudará seus documentos para passar a ser identificado como do gênero não binário.

O filho de Fernández é conhecido como “Dyhzy”,  mas é identificado como Estanislao em seus documentos.

Em live nas redes sociais, Dyhzy disse que também mudará o nome: 

“Nunca na minha vida eu me senti identificado com esse nome.”

O filho do mandatário argentino completou:

“Quando o Estado reconhece uma lei, essa lei vai se naturalizando. Hoje não é diferente, não chama a atenção ver um casal homossexual se casando, pois se aprovou o matrimônio igualitário. Esse tipo de direito é necessário ser reconhecido pelo Estado. Mais do que falta, as pessoas precisam primeiro se desconstruir, mais gente vai naturalizar isso. Obviamente que existe gente do mal: transfóbica, homofóbica.”

Na última quarta-feira (21), como noticiou a Renova, a Argentina decretou a incorporação do gênero “X” nos Documentos Nacionais de Identidade (DNI) e nos passaportes.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.