Filho de vítima de Cesare Battisti comemora prisão do terrorista

Idiomas:

Português   English   Español
Filho de vítima de Cesare Battisti comemora prisão do terrorista
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“Meu pai pode descansar em paz depois de 40 anos”, disse o italiano Alberto Torregiani, que ficou paraplégico ao ser baleado na coluna no dia em que seu pai foi assassinado por Cesare Battisti.


Alberto Torregiani, filho de uma vítima de um dos crimes pelos quais Cesare Battisti foi condenado à prisão na Itália, celebrou a extradição do terrorista.

Battisti, que passou cerca de 40 anos foragido, foi levado nesta segunda-feira (14) a um presídio na ilha de Sardenha para cumprir pena de prisão perpétua por quatro homicídios.

O terrorista italiano passará o primeiro ano no presídio de Massama, na cidade de Oristano, em completo isolamento, conforme noticiou a RENOVA.

Ao falar sobre a prisão do seu algoz, segundo o “G1“, o paraplégico Alberto Torregiani declarou:

“Acho que meu pai, o pai de Sabbadin e irmão de Campagna, podem finalmente descansar em paz depois de 40 anos.”

Alberto é filho do joalheiro Pierluigi Torregiani, morto em 16 de fevereiro de 1979, em Milão.

No dia do crime, o jovem Alberto tinha 15 anos, estava com o pai e foi baleado na coluna, ficando paraplégico.

Pierluigi Torregiani foi escolhido como alvo pela organização da qual Battisti fazia parte, a Proletários Armados Pelo Comunismo (PAC), porque foi considerado um “justiceiro de extrema-direita”.

Dias antes, ele havia reagido a um assalto a mão armada – e matado a tiros o assaltante – em um restaurante da cidade.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...