Filho de vítima de Cesare Battisti indignado com Justiça do Brasil

Paolo Manzo, correspondente de Il Giornale, entrevistou vítimas de Cesare Battisti, sobre o fato de o Superior Tribunal de Justiça (STJ) ter mandado tirar a tornozeleira eletrônica do terrorista e o Supremo Tribunal Federal (STF) ter congelado a sua extradição para a Itália.

Adriano Sabbadin, filho do açougueiro Lino Sabbadin, assassinado por Cesare Battisti em 1979, desabafou:

Tenho uma pergunta que me atormenta desde que meu pai foi morto: quem protege Battisti? Estou arrasado por mais um insulto que vem do Brasil, uma afronta às vítimas daquele a quem ainda chamo de terrorista. Alguns me aconselham a fazer justiça pelas próprias mãos, mas os ensinamentos do meu pai e os valores que ele transmitiu me impedem categoricamente. Minha consciência me proíbe de responder com violência à violência sofrida, mas, a esse respeito, tenho outra pergunta: como é que a consciência de Battisti nunca o levou ao arrependimento?

Alberto Torreggiani, que Cesare Battisti colocou numa cadeira de rodas ainda criança, filho do joalheiro Pierluigi Torreggiani, morto pelo terrorista, expressou desânimo:

É complicado encontrar uma lógica na Justiça brasileira.

 

Com informações de: [OAntagonista]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

4 Comentários

  1. Jorge Luiz disse:

    A presença desse terrorista em solo brasileiro é um insulto ao nosso povo. O fato de nossas instituições ainda dar proteção a esse cidadão acusado de vários assassinatos em um país da UE, que por si só já o classifica como uma democracia, só aumenta o descrédito em todo povo brasileiro. Um insulto a humanidade. Enquanto a maioria de nossos professores , de viés esquerdista, estiverem orientando nossos jovens a aceitarem e até incentivarem situações como essa, o povo brasileiro irá sofrer as consequências. Por outro lado, convido a todos os brasileiros realmente patriotas, a visitarem alguns sites no YouTube, referentes às homenagens que nossos irmãos italianos nos oferecem (e às nossas Forças Armadas) anualmente, há 70 anos, como agradecimento por termos libertado várias cidades italianas do julgo dos nazistas, principalmente, Montese. Talvez, testemunhando o respeito que crianças e, principalmente, professoras demonstram por nosso povo, aprendamos a sermos mais patriotas e mais respeitosos com as verdadeiras vítimas. Não deixem de ver esses vídeos. É impossível não sentir orgulho de ser brasileiro. Trata-se de uma grande herança deixada por nossos amados pracinhas, considerados diferentes dos demais combatentes. Fato, evidentemente, escondido pelas esquerdas, já que homenageia aqueles a quem as esquerdas procuram sempre denegrir.
    Um abraço para todos os brasileiros.
    Jorge Luiz

  2. Jorge Luiz disse:

    https://youtu.be/O3RqIcWH8yg
    Eis aí um dos vídeos.
    Grato.
    Jorge Luiz

  3. Jorge Luiz disse:

    E, assim, em troca dessa e outras lindas homenagens, os governos petistas e mdbista “oferecem” aos nossos irmãos italianos, a liberdade de um criminoso assassino de cidadãos italianos, já condenado pela justiça daquele país. Pode isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *