Português   English   Español

Filho do ditador da Guiné Equatorial visitava Brasil com frequência

A Polícia Federal em São Paulo está fazendo um levantamento das viagens de Teodorin Obiang ao Brasil.

A investigação está sendo conduzida dentro do inquérito aberto pela PF para para apurar o caso dos US$ 16 milhões entrando ilegalmente no Brasil em avião oficial da ditadura de Guiné Equatorial.

A bordo da aeronave estava o filho do ditador da nação africana, que também é o vice-presidente do país, Teodoro Obiang Mangue, conhecido como Teodorin.

Segundo informações recentes de O Antagonista, “o filho playboy do ditador da Guiné Equatorial vinha com frequência curtir as praias brasileiras”.

Na sexta-feira passada (14), agentes da PF encontraram US$ 16 milhões em dinheiro e relógios de luxo em duas malas da comitiva de Teodorin.

Condenado na França a três anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, o filho do ditador também tem inquéritos criminais abertos contra ele na Suíça, África do Sul, Espanha e Estados Unidos.

Nos cinco países, a suspeita é a mesma: desvio de milhões da renda do petróleo para uso pessoal, conforme reportado pela Renova Mídia.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter