- PUBLICIDADE -

Filhos de refugiados da Venezuela estão se tornando apátridas

Filhos de refugiados da Venezuela estão se tornando apátridas
- PUBLICIDADE -

Pessoas apátridas não são reconhecidas como cidadãs de nenhum país e, muitas vezes, não conseguem acesso a serviços básicos.

Milhares de crianças nascidas de mães venezuelanas na Colômbia estão em situação de indefinição judicial, sem documentos de identidade, sob risco de se tornarem apátridas.

A informação foi confirmada pela Agência da Organização das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) nesta quinta-feira (23).

Aproximadamente 1,3 milhão de refugiados da Venezuela se estabeleceram na vizinha Colômbia, fugindo de uma crise política e econômica que tem provocado escassez de alimentos e medicamentos.

Cerca de 20 mil filhos de pais venezuelanos nasceram na Colômbia, de acordos com números do governo, e muitos não são considerados aptos à obtenção de cidadania colombiana, o que os torna apátridas, informa a agência EBC.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -