Português   English   Español

Fim das ‘favelas rurais’ do MST é missão de pecuarista da equipe Bolsonaro

Fim das 'favelas rurais' do MST é missão de pecuarista da equipe Bolsonaro
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Segundo Nabhan, sua secretaria será ligada à Presidência da República e ao Ministério da Agricultura.


O produtor rural Luiz Antonio Nabhan Garcia foi indicado nesta quarta-feira (21) para assumir a Secretaria Especial de Assuntos Fundiários do governo de Jair Bolsonaro, segundo informações do jornal O Globo.

Presidente da União Democrática Ruralista (UDR), Nabhan diz que sua principal missão será acabar com “favelas rurais”, termo utilizado para classificar os assentamentos improdutivos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Em entrevista ao jornal, o indicado para o futuro governo Bolsonaro declarou:

Haverá uma reforma agrária começando pela reestruturação dos assentamentos que se transformaram em favela rural. Os assentamentos que são improdutivos, que são onerosos, e que se transformaram em favela rural, nós vamos ter o desafio de transformá-los em pequenos produtores de agricultura familiar.

O pecuarista afirma que vai trabalhar junto com a futura ministra da Agricultura, Tereza Cristina, numa gestão “voltada para a produção rural”.

A indicação de Nabhan para um cargo importante no governo exibe um aspecto da campanha presidencial de Bolsonaro que deve ganhar forças nos próximos anos. Os famosos “movimentos sociais” estão preocupados com o que está por vir.

Recentemente, Eduardo Bolsonaro, deputado federal e filho do presidente eleito, defendeu a tipificação de ações do MST como terrorismo, conforme noticiou a Renova Mídia.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...