- PUBLICIDADE -

Flavio Bolsonaro pediu a suspensão da investigação sobre movimentações na Alerj

Flavio Bolsonaro pediu a suspensão da investigação sobre movimentações na Alerj

- PUBLICIDADE -

O senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) pediu a suspensão da investigação envolvendo servidores da Alerj ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O entendimento do STF sobre o alcance do foro privilegiado pesou na decisão do ministro Luiz Fux de suspender o procedimento investigatório criminal que apura movimentações financeiras atípicas de assessores da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), segundo o “Estadão”.

Para o ministro Luiz Fux, que tomou a decisão liminarmente nesta quarta-feira (16) por estar no plantão, o Supremo considerou, ao restringir o alcance do foro privilegiado, que cabe ao próprio tribunal decidir o que deve ficar ou não na corte.

A determinação de Fux vale até o relator do processo, ministro Marco Aurélio Mello, também do STF, reavaliar o caso.

Procurada pela reportagem do “Estadão“, a defesa de Flávio Bolsonaro informou que, por conta do sigilo, está impedida de se pronunciar.

A informação de que o STF havia suspendido o procedimento investigatório criminal foi divulgada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro nesta quinta-feira (17), conforme noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -