Português   English   Español

Flavio Bolsonaro volta a criticar delegado da PF

Flavio Bolsonaro volta a criticar delegado da PF

O candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro e filho de Jair Bolsonaro, Flavio Bolsonaro reafirmou nesta quarta-feira (26) as críticas que o pai havia feito ao delegado da PF responsável pela investigação sobre o atentado.

Ex-assessor do petista Fernando Pimentel, o delegado Rodrigo Morais conduz o inquérito sobre o atentado a faca contra o presidenciável, ocorrido na cidade de Juiz de Fora, no Estado de Minas Gerais, no dia 6 de setembro.

Morais também foi por alguns meses diretor de Inteligência da Secretaria Extraordinária para Grandes Eventos, criada no governo Dilma Rousseff.

Há três meses, foi condecorado por Pimentel com a Medalha Alferes Tiradentes, segundo informações da Renova Mídia.

De acordo com informações de O Antagonista:

Segundo Flavio Bolsonaro, o sentimento da família é de que há um “descaso por parte de quem está tocando a investigação”.

O candidato a senador voltou a pedir que a PF substitua Morais para “colocar um delegado não que seja eleitor de Bolsonaro, mas um delegado isento. Que não vai inventar provas e nem vai deixar de ir atrás de provas”.

Dez dias atrás, o candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro já havia feito duras críticas a forma como a investigação sobre a tentativa de homicídio contra seu pai estava sendo conduzida.

Deixe seu comentário

Veja também...