Flórida aprova lei que impede o Estado de fazer negócios com Venezuela

Capa: Reuters/Marco Bello

A Câmara da Flórida aprovou nessa quinta-feira (08) uma lei que proíbe o estado americano de investir em empresas que façam negócios com a ditadura da Venezuela.

A legislação foi aprovada com objetivo de oferecer uma resposta ao “uso de extrema violência e perseguição política” por parte da ditadura socialista de Nicolás Maduro.

A lei proíbe à Junta de Administração Estadual (SBA) “investir em ações, títulos de dívida e outras obrigações” com qualquer companhia nos Estados Unidos que faça negócios com a ditadura da Venezuela.

Verbas públicas da Flórida também não poderão ser utilizadas para negociar com instituições financeiras, companhias que outorguem créditos, ou comprem bônus, bens e serviços que, de alguma forma, beneficiem a ditadura.

O principal impulsionador da medida foi o governador da Flórida, Rick Scott:

“Juntos, continuaremos mostrando a inaceitável violência e tirania política infligidas por Maduro e seus impiedosos capangas”, declarou.

Espera-se que Scott assine esta semana ou na próxima a “Lei de investimentos estaduais”, que entrará em vigor em 1º de julho deste ano.

 

Com informações de: [EM]

 

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *