Flórida aprova lei que impede o Estado de fazer negócios com Venezuela

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
Capa: Reuters/Marco Bello

A Câmara da Flórida aprovou nessa quinta-feira (08) uma lei que proíbe o estado americano de investir em empresas que façam negócios com a ditadura da Venezuela.

A legislação foi aprovada com objetivo de oferecer uma resposta ao “uso de extrema violência e perseguição política” por parte da ditadura socialista de Nicolás Maduro.

A lei proíbe à Junta de Administração Estadual (SBA) “investir em ações, títulos de dívida e outras obrigações” com qualquer companhia nos Estados Unidos que faça negócios com a ditadura da Venezuela.

Verbas públicas da Flórida também não poderão ser utilizadas para negociar com instituições financeiras, companhias que outorguem créditos, ou comprem bônus, bens e serviços que, de alguma forma, beneficiem a ditadura.

O principal impulsionador da medida foi o governador da Flórida, Rick Scott:

“Juntos, continuaremos mostrando a inaceitável violência e tirania política infligidas por Maduro e seus impiedosos capangas”, declarou.

Espera-se que Scott assine esta semana ou na próxima a “Lei de investimentos estaduais”, que entrará em vigor em 1º de julho deste ano.

 

Com informações de: [EM]

 

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.