Fluxo de refugiados da Venezuela força Peru a declarar emergência

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O governo do Peru declarou nesta terça-feira (28) emergência sanitária por 60 dias por causa do intenso fluxo de refugiados da Venezuela chegando ao país.

Segundo as autoridades peruanas, os distritos perto da fronteira com o Equador sofrem mais com risco de doenças e problemas de saneamento.

A solicitação de emergência foi apresentada pelo governo regional de Tumbes e pelo Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci) e publicada no Diário Oficial Peruano.

O êxodo de venezuelanos chegou ao seu ápice em agosto, quando mais de 5 mil cidadãos desse país chegaram a território peruano em um só dia. Eles são incentivados também pela possibilidade de solicitar a Permissão Temporária de Permanência (PTP), que lhes permite trabalhar e residir legalmente no país.

Com a declaração de emergência, o governo autoriza a região em crise a executar ações imediatas. O Peru é o segundo país que abriga mais imigrantes venezuelanos, com cerca de 400 mil chegados no último ano. Os dados são do escritório de Migrações.

Apesar do alto número de imigrantes, somente 75 mil têm o PTP. Outros 100 mil ainda estão em trâmite.

 

Adaptado da fonte Pleno.News

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque