Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Folha divulga prints e acusa Hans River de mentir na CPI

Folha divulga prints e acusa Hans River de mentir na CPI
Imagem: Jane de Araújo/Agência Senado
COMPARTILHE

Em matéria publicada na noite de terça-feira (11), a Folha diz que sua “repórter nunca se insinuou para Hans”.

Hans River do Rio Nascimento, ex-funcionário da Yacows, empresa especializada em marketing digital, foi convocado pelo deputado Rui Falcão (PT-SP) a prestar depoimento, nesta terça-feira (11), na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News.

Em pronunciamento na comissão, Hans River disse que Patrícia Campos Mello, repórter do jornal Folha de São Paulo, se insinuou para ele em troca de informações para escrever matéria contra o então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

Em matéria publicada ainda na noite de ontem, o jornal diz que a “repórter nunca se insinuou para Hans”. “Desde o primeiro contato, ela afirmou que fazia uma reportagem sobre o processo trabalhista”, acrescenta.

A Folha também apresentou dois supostos prints da conversa entre Campos Mello e Hans River, onde o ex-funcionário da Yacows muda de opinião sobre colaborar com uma reportagem do jornal.

Ainda de acordo com uma linha do tempo apresentada pelo jornal, a reportagem entrou em contato com Hans pela primeira vez no dia 19 de novembro de 2018. 

Em mensagem do dia 25, Hans desiste de participar da reportagem. No dia 27, o advogado do ex-funcionário entra com petição de acordo trabalhista com a Yacows.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE