- PUBLICIDADE -

Fome na América Latina atinge 42,5 milhões de pessoas

- PUBLICIDADE -

É na América do Sul onde vive a maioria das pessoas desnutridas da região latino-americana.

O número de pessoas atingidas pela fome na América Latina e no Caribe cresceu em 2018 pelo terceiro ano consecutivo.

A fome já afeta 42,5 milhões de pessoas, em parte pela desaceleração econômica e pela situação na Venezuela, indicou um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), nesta segunda-feira (15).

Segundo o documento, a porcentagem de pessoas que passam fome aumentou de 6,2% da população, em 2015, para 6,5%, em 2017, um nível que se manteve em 2018.

“Durante os primeiros 15 anos deste século, a América Latina e o Caribe reduziram a desnutrição pela metade, mas desde 2014 a fome vem aumentando”, alertou Julio Berdegué, representante regional da FAO, informa a revista Exame.

A ONU destaca que o aumento da fome reflete a desaceleração econômica na região, afetada nos últimos anos pela queda nos preços de commodities, que são motores do Produto Interno Bruto (PIB) da maioria dos países latino-americanos.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -