- PUBLICIDADE -

Forças Armadas do Peru ao lado de Vizcarra em atrito com Congresso

Forças Armadas do Peru ao lado de Vizcarra em atrito com Congresso
- PUBLICIDADE -

A pior crise política do Peru em quase duas décadas não parece estar próxima do fim.

Os comandos das Forças Armadas e da polícia de Peru estão ao lado do presidente Martín Vizcarra em meio ao atrito com o Parlamento.

Depois que o mandatário ordenou a dissolução do Congresso na noite desta segunda-feira (30), os parlamentares de oposição nomearem a vice-presidente como líder interina do país, alegando que Vizcarra não tem capacidade moral para comandar o Peru.

O gabinete da Presidência publicou um tuíte com uma foto de Vizcarra, um político de centro, sentado à mesa com o chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas e os comandantes-gerais do Exército, da Marinha, da Aeronáutica e da polícia, assegurando o apoio.

Vizcarra, que lançou uma campanha anticorrupção, acusa o Congresso de dificultar o trabalho do governo com frequentes interpelações a ministros, além de pressionar pela renúncia de membros do gabinete.

Cerca de 86 parlamentares, dentre os 130 membros do Congresso, se negaram a deixar a Casa na noite de segunda-feira e, em uma inesperada sessão, aprovaram a suspensão das funções de Vizcarra por 12 meses devido a “incapacidade temporária”, informa a agência Reuters.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -